Notícias

Adulto-contemporâneo mantém tendência de alta no rádio dos Estados Unidos. “Alternative” ganha força

Formato que está em alta por lá também tem aparecido com destaque nas medições brasileiras

 

A Nielsen, principal instituto de pesquisa de mídia nos Estados Unidos, divulgou recentemente um panorama da evolução dos formatos de rádio nos Estados Unidos. Conforme destacado anteriormente, o adulto-contemporâneo vem de alta, algo comum para a temporada de festas de fim de ano e no inverno da América do Norte. Porém essa tendência de alta se mantém mesmo com a chegada da “temporada de verão”, disputada mais por outros formatos de rádio. O “Alternative”, um formato alinhado com o gênero rock, também ganha força por lá.

O levantamento da Nielsen é relacionado ao período de janeiro a maio deste ano, apontando uma sequência positiva do formato adulto-contemporâneo em praticamente todos os mercados dos Estados Unidos. E isso reflete nos resultados recentes em mercados importantes, com a Lite FM 106.7 liderando com folga em Nova York e a KOST FM 103.5 beliscando a primeira posição em Los Angeles (disputa travada com a MyFM 104.3, de formato “Hot AC” – uma derivação mais jovem do adulto-contemporâneo).

Não se sabe ainda se esse formato terá a mesma força no Brasil do que nos Estados Unidos, pois lá o playlist dessas rádios é composto por músicas de massa para aquele mercado. Mas há uma tendência de maior participação, afirmação baseada em resultados recentes vistos em São Paulo (com os avanços de rádios como Alpha FM 101.7, Antena 1 FM 94.7 e NOVABRASIL FM 89.7), Rio de Janeiro (JB FM 99.9 e agora o crescimento da Antena 1 FM 103.7), entre outras praças.

Segundo a Nielsen, o avanço do adulto-contemporâneo é consistente desde 2015, ou seja, a cada ano ele amplia a sua participação no mercado norte-americano.Porém, em paralelo à ele, o formato “Hot AC” tem apresentado declínio desde 2015, quando registrou o seu “pico” e hoje está no nível de audiência de 2013.

 

Pop CHR em queda, mas ainda é muito popular

A Nielsen também destacou outro ponto importante. Há uma tendência para baixo da participação do formato Pop CHR (Pop Contemporary Hit Radio, conhecido como Pop, Top 40 no Brasil), este que é considerado o principal do mercado dos Estados Unidos. Ele vem oscilando aos poucos a cada nova pesquisa e agora chegou ao seu menor nível desde 2011, quando foi iniciada a atual forma de medição realizada pela Nielsen (PPM). Desde 2015, o Pop CHR viu sua parcela de público encolher 15% segundo a Nielsen, e sua classificação entre todos os formatos de música caiu do segundo para o quarto lugar em 2018.

O gráfico abaixo da Nilsen mostra a participação em % dos quatro principais formatos musicais nos Estados Unidos. O Adulto-contemporâneo (AC) é o líder entre os musicais, mas a maior preferência é pelo News. Porém a Nielsen não incluiu o formato jornalístico no comparativo pelo fato do levantamento ter como foco os formatos musicais.

5b4533d723ff2

Os quatro principais formatos de rádio musical nos Estados Unidos são: Adulto-contemporâneo (AC), Country, Pop CHR e HOT AC. Desses, os três últimos tem na temporada de verão (que será iniciada agora) os seus picos de audiência e eles disputam entre si para definir quem foi o formato preferido nessa época em cada ano.

 

Alternative?

O formato Alternative (alternativo/rock) foi um dos destaques do levantamento realizado pela Nielsen. Isso porque o gênero registrou o seu melhor desempenho, chegando a níveis superiores a 4% de participação (se aproximando do HOT AC, por exemplo). O gênero já é o segundo mais popular dentro da classificação “Rock”, ficando atrás apenas do formato “Classic Rock” (este que conta com grande apelo nos principais mercados norte-americanos).

O “Alternative” é um formato que mistura Hits atuais do rock com sucessos mais comerciais do gênero que surgiram nas décadas de 90 e 2000. Essa composição tem atraído cada vez mais rádios, tendo a ALT FM 98.7 de Los Angeles e a The Buzz FM 94.5 de Houston como as suas principais representantes.

2

Em Nova York, por exemplo, o formato ficou ausente do mercado nos últimos anos, retornando agora com o lançamento da ALT FM 92.3 (surgiu no mercado no final de 2017, substituindo uma programação que transitava pelo Pop). Já no Brasil, a 89 A Rádio Rock FM 89.1 de São Paulo é uma das emissoras que mais se aproximam dessa linha, mas não sendo possível taxar a FM como “alternative” (já que outras linhas do rock estão presentes em seu projeto).

Música em destaque

A própria Nielsen divulgou em várias oportunidades a importância da música para o mercado de rádio. No final de junho um dos levantamentos viralizou na internet através dos perfis sociais de vários radialistas e radiodifusores. Na ocasião o Tudo Rádio realizou um levantamento geral sobre essa situação da rádio perante as demais mídias, com vários “links” para os levantamentos mais recentes (no Brasil, nos Estados Unidos e em outros países).

 Fonte: Tudo Rádio, com informações da Nielsen.