Notícias

Medir audiência em rádio: saiba a importância e como fazê-lo

Assim como para qualquer veículo de mídia, é essencial que as emissoras de rádio conheçam bem o seu público-alvo. E isso é importante não somente para saber quem é sua audiência, mas principalmente na hora de montar a grade de programas e decidir quais anunciantes se adaptam melhor às preferências e necessidades do seu público.

Nesse sentido, medir a audiência de rádio pode ser muito mais fácil caso se conheça com clareza quem se pretende atingir. E realizar essa medição pode ser o diferencial na hora de identificar erros e acertos na programação.

Além disso, é importante saber que as plataformas digitais e os novos hábitos de consumo do público ampliaram o alcance desse meio de comunicação, trazendo novas possibilidades de averiguar o desempenho das emissoras.

Por isso, elaboramos este post para que você entenda exatamente a importância e saiba como medir a audiência de rádio nos dias atuais. Confira!

Público-alvo e audiência

Algumas rádios buscam construir sua programação baseada na maior diversidade possível de público, o que pode ser uma complicação em termos de relação com anunciantes.

Uma audiência variada costuma não ser atrativa em termos de publicidade, já que a emissora não apresenta um perfil claro de público que valha o investimento.

Por isso, quando analisamos grandes emissoras de rádio hoje em dia, é possível estabelecer com clareza qual é o perfil do público de cada uma.

Existem rádios que apostam em uma audiência jovem e despojada, adequando sua programação e seus anunciantes para esse consumidor específico. Nesse caso, dificilmente vamos ver um anúncio de um banco de investimentos financeiros, por exemplo.

Como em qualquer empresa, conhecer seu target é um dos primeiros passos na construção de uma estratégia de relacionamento, e definir esse público-alvo faz parte de um plano muito maior, que envolve os objetivos de longo prazo da rádio.

Com esse conhecimento, é muito mais fácil medir e qualificar a audiência.

Medindo a audiência em rádio

Dessa forma, existem alguns métodos para se medir a audiência de uma emissora de rádio.

Segundo o site oficial do Ibope, a medição de audiência em rádio é realizada pelo método de recall. Nesse tipo de pesquisa, o entrevistado informa quais emissoras de rádio ouviu nas últimas 48 horas, além de outras emissoras sintonizadas, ainda que com menor frequência, nos últimos 90 dias.

A pesquisa se utiliza de amostra móvel trimestral, ou seja, os resultados divulgados em janeiro equivalem aos dados de outubro, novembro e dezembro. Os entrevistados possuem 10 ou mais anos de idade, residem em domicílios particulares e permanentes e fazem parte das classes A, B, C, D ou E, segundo o Critério de Classificação Econômica do Brasil (CCEB).

Todos os dias são realizadas entrevistas, inclusive em fins de semana e feriados. Como são feitas por computadores portáteis, os dados são atualizados automaticamente, processados e verificados para compor os resultados que vão ser divulgados.

Pontos positivos

Por ser uma pesquisa realizada sem interrupções, consegue mostrar como os dados variam periodicamente, sendo possível analisar as variações de acordo com acontecimentos específicos.

Além disso, esse tipo de pesquisa auxilia na análise dos resultados por cada emissora, que pode adequar suas estratégias de relacionamento com a audiência constantemente.

Pontos negativos

Apesar de possuir uma parcela de amostra bastante vasta, a pesquisa não abrange cidades médias ou do interior porque se concentra apenas nas nove maiores regiões metropolitanas do país. Mesmo que esse público compreenda a maioria da audiência das emissoras, não produz um quadro abrangente do alcance de cada rádio.

Outro fator negativo está na não análise da audiência de rádios online, cada vez mais presentes no cotidiano dos ouvintes. Apesar de o próprio instituto se utilizar de uma ferramenta capaz de analisar o tráfego das emissoras online, esses dados não compõem o relatório trimestral ― o que não traduz com exatidão as preferências da audiência.

Avaliando a interação dos ouvintes

Atualmente, as emissoras de rádio elaboram inúmeras dinâmicas para interagir com os seus ouvintes, seja por meio das redes sociais, seja pelas ligações telefônicas. E esse envolvimento do público com a rádio também é utilizado para avaliar a audiência.

Para isso, você pode comparar a quantidade de ligações recebidas e de músicas pedidas, por exemplo. Dessa maneira, dá para saber quais são os horários de maior interação, adequando a mensagem e oferecendo conteúdos cada vez mais pertinentes e nos momentos mais exatos.

Além disso, as redes sociais também funcionam como excelentes meios para verificar a audiência de rádio. Nesse caso, você pode analisar, por meio de hashtags ou de palavras-chave, o que as pessoas andam falando da sua emissora, da sua programação e das promoções que são elaboradas.

Outra forma de verificar o engajamento e a interação do público com a emissora é analisar a quantidade de compartilhamentos, de likes e de comentários em uma determinada publicação no Facebook ou no Twitter.

A grande vantagem de pesquisar a audiência pelas redes sociais é que os dados ficam disponíveis praticamente em tempo real. Então, torna-se muito mais rápido e prático fazer ajustes na programação caso seja necessário.

Audiência de rádio pelo site e aplicativo

Como as rádios estão cada vez mais presentes no universo online e mobile, é muito importante saber a audiência do site e também dos aplicativos de cada emissora.

No caso das páginas da internet, as rádios podem utilizar o Google Analytics, ferramenta online que permite mensurar a quantidade de pessoas que acessaram o site, o tempo de permanência delas, o número de páginas visitadas e por aí vai. Com essas informações, é mais fácil montar um mídia kit bem completo e relevante.

Em relação aos aplicativos, o primeiro dado a ser analisado é a quantidade de downloads. Por meio desse número, já é possível ter uma boa ideia do alcance. Depois, dá para saber quantas pessoas ouvem a rádio pelos smartphones, assim como o tempo em que elas permanecem conectadas à emissora via mobile.

Dessa maneira, os sites e os aplicativos para celular contribuem no aumento da visibilidade do rádio, alcançando ouvintes e atraindo cada vez mais anunciantes. A consequência disso tudo é a alta na audiência e no faturamento.

E então, deu para perceber como é fundamental medir a audiência de rádio nos dias de hoje? Tão importante quanto ter esses dados é saber cruzar os resultados obtidos nas inúmeras plataformas em que a emissora está presente. Assim, é viável desenvolver estratégias de programação mais efetivas, criativas e que agradarão o público.

Fonte: Teletronix