Notícias

Programa de Enfrentamento à Desinformação nas eleições 2020 terá trabalho conjunto entre Abert e TSE

Visando traçar estratégias de enfrentamento a informações falsas voltadas às atividades da Justiça Eleitoral e às eleições municipais de 2020, a Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão) e o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) irão trabalhar juntos no Programa de Enfrentamento à Desinformação. O anúncio foi feito durante reunião realizada na sede da associação, em Brasília, na última quarta-feira (9). O programa prevê uma série de iniciativas.

O diretor geral da Abert, Cristiano Lobato Flores, a diretora de Comunicação, Teresa Azevedo, e o gerente jurídico, Rodolfo Salema, receberam na sede da Associação, em Brasília, o juiz auxiliar da presidência do TSE, Ricardo Fioreze, e a assessora-chefe de Comunicação, Ana Cristina Rosa. Foram debatidas estratégicas para lutar contra constantes ameaças das notícias falsas, afim de que estas não impactem sobre os trabalhos da Justiça Eleitoral e às eleições municipais de 2020.

O programa, instituído pelo TSE no final de agosto, prevê uma série de iniciativas voltadas nas eleições de 2020, tais como capacitar a população a identificar e checar uma desinformação, estimular a compreensão sobre o processo eleitoral, incluindo o funcionamento da urna eletrônica, desestimular ações de proliferação de informações falsas e aperfeiçoar métodos de identificação de possíveis práticas de disseminação de conteúdos falsos.

Spots, vídeos e banners serão disponibilizados pelo TSE para divulgação gratuita pelos veículos de comunicação e redes sociais.

A Abert é uma das 35 instituições parceiras do programa, que recebeu a adesão de segmentos da imprensa, telecomunicações, tecnologia da informação, provedores de internet, agências de checagem e partidos políticos.

Fonte: Tudorádio