Notícias

SET Nordeste 2019: 5G causa uma explosão de possibilidades

A tecnologia 5G está chegando e promete modificar as conexões de rede com ultravelocidade e baixa latência.  Todas as áreas de conhecimento humano serão impactadas pelas avanço desta tecnologia, que abre uma incrível leque de oportunidades de novos negócios, serviços e produtos.

Dentre eles, carros mais inteligentes e sem motorista, medicina mais avançada, transmissão de grandes quantidades de dados em instantes: o impossível está se tornando cada vez mais possível. Veja abaixo:

5g_nokia
Imagem: Paulo Rocha, Nokia.

O painel do SET Nordeste que discutiu o 5G teve a moderação de Camilla Cintra, Supervisora Executiva da Área de Projetos de Transmissão da TV Globo, que recebeu Paulo Rocha, Diretor de Soluções da Nokia; Marcelo Sadok, Gerente Executivo de Vendas da Claro/Embratel e Leandro Pacheco, Especialista de Tecnologia Sênior da TV Globo como palestrantes e debatedores.

Eles trouxeram  visões distintas sobre o impacto do 5G e o que já está sendo feito no Brasil e no mundo para a chegada desta tecnologia. Para começar, Camilla apresentou o vídeo abaixo (fonte: CNET):

Nokia e o avanço do mercado global

O executivo da Nokia, Paulo Rocha, fez uma apresentação abrangente sobre os diferentes aspectos do 5G. Focou em alguns aspectos técnicos sobre o futuro das comunicações em rede para empresas,  o uso do 5G para estender os limites do LT, a banda de 5G entre 300 mHz e 100 Ghz e casos de sucesso em streaming.

Do ponto de vista de fabricantes, apresentou os mercados onde empresas já estão realizando parcerias e acordos para o desenvolvimento de produtos. “São mais de 50 acordos em mercados estratégicos”, disse.

Ao final, ressaltou o que chama os 3 P´s do 5G: planejamento, parceria e paciência. “As manchetes podem propagar “a revolução 5G”, mas o ritmo de desenvolvimento é gradual. As capacidades do 5G ainda levarão um tempo para chegar. O importante é começar a preparar clientes e sociedade para este momento”, finalizou.

Claro/Embratel e as dificuldades nacionais

Marcelo Sadok discutiu os desafios do setor no Brasil. Postes superlotados, obras que causam rompimentos em fibras e leis municipais burocráticas estão entre os problemas para a ampliação das redes de alta conectividade em nosso país.

No caso do 5G em específico, desde 2018, a empresa tem realizado testes em parceria com fabricantes e também emissoras de TV. O executivo ressaltou o teste realizado este ano na Arena Allianz Parque (São Paulo), com a Ericsson, no qual um holograma do cantor Lucas Lima foi projetado em um concerto especial de músicas do Led Zeppelln.

TV Globo e a experiência 5G no Rock in Rio

Leandro Pacheco, Especialista de Tecnologia Senior da TV Globo, apresentou o case da emissora no Rock in Rio este ano. Ele começou explicando as motivações para o teste. “Foi uma oportunidade de testar recursos FMBMS, de utilizar a faixa UHF e equipamentos para broadcast“, informou.

A seguir, descreveu a infraestrutura de rede utilizada e apresentou os diagramas de transmissão, de recepção e de conceito de home-gateway.  Na sequência, fez uma comparação entre um imagem no padrão ISDB-T/SDR e uma imagem 5G Broadcast.

Por fim, ressaltou as oportunidades reveladas pelo teste. “O transbordo de conteúdo offline em cache de conteúdos, permitindo uma experiência melhor ao usuário; a utilização de modo broadcast em parceria com as empresas de telecomunicaçõess, visando desafogar a rede; e distribuição de conteúdo dentro de um local para diversos dispositivos (TVs, celulares e tablets)”.

Fonte: SET