Acorda Pedrinho, venda não é para amadores

Enquanto as redes sociais valorizam o amadorismo e a espontaneidade para disseminar conteúdos, a área de vendas continua a ser uma seara árdua para quem não se profissionaliza. A presença digital de vendedores, mesmo que pautada em conhecimentos rasos, tem apresentado boas adições à carteira, porém, o mesmo amadorismo não é bem recebido pelo mercado quando o tema é atendimento.

Durante uma capacitação um vendedor me pontuou que o Funil de Vendas já é um aspecto pouco observado pelos gestores por estar obsoleto. A questão não está no conceito, mas no entendimento sobre como aquele conceito impacta no desempenho e no resultado de vendas. Estar atento, atualizado e continuamente bem informado sobre o perfil de cliente que atende, o portfólio que trabalha, os concorrentes, as técnicas comerciais e o mercado em si são os passos iniciais para se desenvolver em vendas.

Acompanhe no site Making Of:  https://portalmakingof.com.br/acorda-pedrinho-venda-nao-e-para-amadores/

Por Kelly Costa, mestre em Administração e atua na área de consultoria empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *