Linha de crédito especial do BNDES pode ajudar migração para o FM

As emissoras de rádio AM que necessitam reforçar o capital de giro para concluir o processo de migração para o FM terão uma linha de crédito de financiamento, com juros mais baixos, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O BNDES anunciou que serão destinados R$ 4 bilhões por meio do programa de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda (BNDES Progeren), com redução dos custos financeiros.

Para as empresas com faturamento anual até R$ 90 milhões, a taxa caiu para 9,50% ao ano. A taxa anterior era de 10,20% a.a.

Também foram reduzidas as taxas para empresas com faturamento anual entre R$ 90 milhões e R$ 300 milhões (13,06% ao ano). Para as grandes empresas, com faturamento anual acima de R$ 300 milhões, a taxa total caiu de 17,11% para 16,61% ao ano.

“Essa iniciativa é muito importante para as emissoras de rádio que estão migrando do AM para o FM, que poderão buscar crédito com juros mais baixos para a aquisição de equipamentos para essa transição”, afirma o diretor geral da ABERT, Luis Roberto Antonik.

Antonik ressaltou ainda que emissoras de televisão que estão se preparando para a digitalização também podem ser beneficiadas com as linhas de créditos do BNDES.

As empresas terão um prazo de cinco anos para fazer o pagamento, com carência de até 24 meses.

Informações sobre taxas de juros e prazos na página http://www.bndes.gov.br/bndesprogeren