Publicidade para Rádio: 8 formatos e tendências digitais para sua emissora

Muito se fala sobre o processo de transformação digital nas emissoras. Entretanto, quando vamos para o âmbito comercial e de espaços publicitários, ainda enfrentamos certa dificuldade de pensar e planejar formatos criativos de publicidade para rádio no meio digital.

Compreendemos que por trás disso existem inúmeras questões. Sejam equipes enxutas, redução de custos ou até mesmo bloqueios criativos que impedem as emissoras de pensarem fora do habitual e costumeiro. Mas um fato não pode ser deixado de lado: as rádios passaram a ser vistas como produtoras multiplataforma de conteúdos. Elas estão muito além das ondas de transmissão e ocupam meios que até alguns anos atrás pareciam inabitáveis.

Esse movimento das emissoras vai ao encontro do perfil de consumo de ouvintes e anseios dos anunciantes por inovação e entrega de resultados ainda mais mensuráveis e impactantes. Se sua equipe comercial está desanimada ou até mesmo descrente que as empresas ainda querem investir em rádio, talvez esteja na hora de “dar um chacoalhão” e fazê-la ver além.

Essa manutenção de interesse no canal pode ser comprovada através de pesquisas e números. Analistas da empresa de pesquisa de mídia eMarketer prevêem que os investimentos com anúncios em mídias de áudio digital, como streaming, podcasts, aplicativos, avancem 16% em 2021. Isso é uma oportunidade importante para o rádio, que tem forte atuação na distribuição de seu conteúdo de áudio na internet e pode participar diretamente desse interesse do mercado. Aproximando-se do Brasil, o INSIDE RADIO 2020, do Kantar Ibope, apontou que entre as 25 marcas mais valiosas do Brasil, segundo BrandZ, todas anunciaram no rádio em 2020.

Todos esses números nos mostram como o meio segue sendo importante para construção dos hábitos de consumo dos ouvintes. Entretanto, os dados também evidenciam a necessidade dos veículos pensarem em publicidade para rádio muito além dos spots, jingles e breaks comerciais. É preciso valorizar o digital para entregar ainda mais valor aos seus anunciantes.

Confira abaixo 8 dicas de publicidade para rádio aproveitando o que há de mais efetivo no digital: 

Notificação Push

A gente já começa essa lista de dicas de publicidade para rádio com uma das grandes tendências dos últimos anos. A notificação push ganha popularidade por três motivos: sua instantaneidade, facilidade e por conta da nossa rotina. Rotina? Sim. Com tantos compromissos e até mesmo opções de consumo, muitas vezes esquecemos de determinadas marcas, empresas ou até mesmo aplicativos que temos baixados no celular.

Push é quase que um calendário ou alarme. Ela surge para lembrar o usuário de algo importante que ele possa ter interesse. Essas notificações já fazem parte do nosso dia a dia e são muito úteis como ferramentas de marketing, pois facilitam a comunicação com os consumidores e garantem, ao menos, a entrega do texto e uma possível vinda para o aplicativo.

No rádio, o push pode ser usado com infinitas possibilidades, entre elas relembrar ouvintes sobre programas que estejam começando, novos conteúdos postados, estimular o uso de outras funcionalidades ou canais da sua emissora, atualizações do aplicativo, sorteios ou promoções lançadas e até mesmo notícias.

Outra função muito importante do push é o resgate de audiência. É possível configurar notificações para aqueles usuários que não utilizam muito seu aplicativo ou há algum tempo não acessam.

Fora todos esses aspectos mais voltados à programação e conteúdo da sua emissora, a Notificação Push pode virar um produto de publicidade para rádio. As emissoras podem vender esse mecanismo para anunciantes e redirecionar para um informativo promocional ou até mesmo para o contato do anunciante.

Se você ainda está se perguntando sobre o real resultado que essa estratégia pode trazer para sua rádio, fique tranquilo. Já existem muitos estudos sobre o assunto. Um deles é o relatório The Push Notification & In-App Message Benchmark 2018, realizado pela Accengage. Nele, constatou-se que a taxa média de cliques das Notificações Push é de 7,8%, podendo chegar a 11,4%. Isso é um resultado bem positivo, considerando que 3% já é um grande sucesso no e-mail marketing.

Quer saber mais sobre Notificação Push? Então, clique aqui e leia texto completo sobre o assunto! 

Publicidade para Rádio

Banners 

Falar em site ou aplicativo é, automaticamente, lembrar dos banners. Eles fazem parte da rotina dos usuários e já virou um hábito de consumo clicar neles. Um dos pontos que fazem o sucesso dos banners é o aspecto visual e atrativo. Visibilidade é a palavra-chave que toda marca busca ao anunciar em banners de sites.

Fora o uso tradicional que você já conhece, os banners podem ser utilizados para divulgar os canais da sua emissora, como podcasts, Clubes de Descontos, Canais Vips de Conteúdos ou até mesmo novos programas lançados.

Tipos de banners: 

  • Estático: o mais comum e utilizado em publicidade para rádio. É feito com imagens fixas.
  • Animado: normalmente se assemelham a GIFs ou vídeos por possuírem mais imagens, com movimentos e informações de impacto.
  • Interativo: o objetivo é gerar interação com o usuário. Normalmente, são utilizados formulários, pesquisas ou acesso à páginas de cadastro (landing pages) para baixar um material ou se inscrever para saber mais sobre determinado produto ou serviço;
  • Pop Up: esses dividem opiniões e são considerados, muitas vezes, invasivos e incômodos. Eles sobem a tela expondo um anúncio ao cliente quando ele abre a página ou está navegando pelo site.

Pre-Roll

O Pre-Roll se popularizou muito nos últimos anos com o YouTube e aplicativos. Ele nada mais é do que aquele vídeo ou banner clicável que aparece assim que você abre um vídeo ou acessa o app no seu celular.

Ele naturalmente prende atenção do usuário por serem obrigados a, ao menos, verem o conteúdo que está sendo divulgado naquele anúncio. Dentro da publicidade para rádio, o pre-roll pode ser utilizado tanto para anúncios de marcas, como também da sua programação ou novos canais da emissora.

Além do Pre-Roll, existem o post roll, em que o vídeo ou arte aparece quando o usuário termina de assistir determinado conteúdo ou faz o movimento de fechar o aplicativo, e o mid-roll, que sobe à tela durante o uso do aplicativo ou a passagem do vídeo.

Branded Content

Apesar de ser relativamente novo e menos conhecido, boa parte das rádios já fazem ou fizeram algum tipo de branded content, seja para própria emissora ou para anunciantes. Diferente de um anúncio ou spot, o branded content é o tipo de publicidade que está ligada à informação ou diversão, sem que, de fato, haja uma chamada para compra ou consumo. Ou seja, é quando a rádio produz um conteúdo que está diretamente ligado ao universo de uma marca ou da sua própria emissora.

Na prática, o branded content pode ser aplicado pelas rádios com a venda de programas, podcasts e até mesmo espaços de conteúdos em redes sociais para determinados anunciantes. Mas calma, não é simplesmente a venda. O ideal é que esse conteúdo produzido tenha algum tipo de correlação e relevância com o produto ou serviço do anunciante.

Por exemplo: quando uma rádio cria um podcast sobre vinhos e harmonização com parceria comercial de uma vinícola.

O ideal é que todo esse conteúdo seja produzido sem chamadas para compras. A magia do Branded Content está na criação de memória afetiva e relevância de mercado. A marca até aparece, mas ela é menos relevante do que o conteúdo em si. Na rádio, essa aparição normalmente vem por meio de um jingle inicial ou até mesmo uma “assinatura” falada pelo locutor: “esse programa foi produzido e apoiado pela marca tal”. Indo pro âmbito visual (redes sociais, vídeos, textos em blogs), a presença da marca é feita com uma simples logo ou, também, uma assinatura.

Já o branded content institucional, ou seja, aquele que é feito para a própria emissora, é todo e qualquer conteúdo informativo ou divertido sobre algum tema relevante para a rádio. Sabe aqueles posts em redes sociais com dicas e tutoriais? Branded content! O blog da sua emissora com textos variados? Branded content! E por aí vai…

Canal Vip

Uma tendência de publicidade para rádios nos últimos anos tem sido o espaço de conteúdos exclusivos para ouvintes. Poucas emissoras apostam nesse canal de comunicação com a audiência, mas ele é uma grande oportunidade de fidelização e criar valor, com assuntos sob demanda.

De conteúdos, sua rádio pode investir nos mais variados formatos. Vídeos, podcasts, programas, textos, cursos online e até mesmo promoções ou sorteios exclusivos para sua base vip de ouvintes.

O acesso pode ser comercializado com uma mensalidade, estilo Netflix e Globo Play, ou dado de presente para aqueles ouvintes mais engajados. Para os anunciantes, é uma oportunidade de estar ainda mais próximo de uma base de ouvintes mais confiável e, naturalmente, fiel à sua emissora.

WhatsApp Marketing e E-mail Marketing

Já falamos aqui no blog sobre a importância do E-mail Marketing para Rádios. Apesar dos mitos envolvendo o E-mail Marketing, o meio segue sendo extremamente efetivo e uma das grandes opções de publicidade para rádio.

Tanto o E-mail Marketing como o WhatsApp Marketing são muito efetivos na construção de uma maior presença da emissora no dia a dia dos ouvintes, engajando-os para outros canais, divulgando novidades das programações, oferecendo conteúdos relevantes e, também, possibilitando transformar em um espaço de publicidade para anunciantes.

Uma grande dica que sempre destacamos é o resgate de participações por meio do E-mail Marketing e WhatsApp Marketing. Muitas ações promocionais em rádio envolvem apenas um ganhador. De dezenas (ou até centenas) de inscritos, apenas uma pessoa será a felizarda para aproveitar o prêmio. O que muitas rádios esquecem é que é possível investir em outras formas de converter toda essa base de participações em possíveis clientes do anunciante envolvido na ação promocional.

Por que não enviar um desconto para todos que participaram da sua ação promocional e não ganharam o prêmio? A possibilidade de converter muitos deles ao seu anunciante é grande e isso causará uma sensação muito importante de resultado do investimento em rádio.

Quer saber como construir essa base de participações na sua emissora? Então, fale com a Cadena e conheça nossa solução de Gestão de Ouvintes! 

Publicidade para Rádio

Central de Desconto

Falando em cupons de descontos, outra forte tendência de publicidade para rádios é a Central/Clube de Descontos. Muitas emissoras possuem certo receio de realizarem sorteios. Seja por acreditarem que o formato não é o adequado para seu perfil de emissora ou até mesmo pelo fato de que somente uma pessoa será premiada.

Surge aí a oportunidade de aproveitar o que se popularizou muito durante a pandemia: os cupons de descontos. E olha que não estamos falando dos famosos aplicativos de delivery de alimentos. Sua emissora pode ter sua própria Central de Descontos com dezenas de anunciantes.

Essa estratégia dá ainda mais retorno e visibilidade para suas empresas parceiras. Afinal, todo mundo gosta de um bom desconto!

Anúncios em mídias sociais

Falamos acima sobre Branded Content. Além desse formato de conteúdo qualificado para redes sociais, as rádios também podem vender espaços de anúncios nesses canais. O mais comum são artes prontas, muito semelhantes aos banners de site, com a única diferença é que eles serão posts no seu Instagram, Twitter, Facebook e por aí vai.

Mas, nossa dica é fazer mais. Aproveite que sua rádio é expert em comunicação e transforme esse anúncio publicitário numa oportunidade de construir proximidade e identidade da sua audiência com seus comunicadores. Uma grande tendência é transformar suas equipes em influenciadores. E não estamos falando apenas dos locutores ou repórteres. Você pode ir além e procurar talentos natos dentro de seus times. Abra a mente e aproveite o novo. A gente garante que tem muita gente aí que pode se tornar “garoto propaganda” de muitos anunciantes seus!

 

Fonte: Cadena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *