Experiências internacionais de implantação do 5G serão debatidas em Seminário

Debate será realizado nesta quinta-feira (11), em São Paulo; painel sobre impacto global da nova tecnologia será moderado pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria

e acordo com relatório do Fórum Econômico Mundial, a transformação com a chegada da quinta geração de internet móvel possibilitará a geração de mais de 22,8 milhões de empregos em todo o mundo até 2035. Além disso, a tecnologia poderá impactar no cumprimento de 11 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), pacto global da Organização das Nações Unidas (ONU) para garantir dignidade e qualidade de vida para a população mundial. Isso porque a inclusão digital se reflete em inúmeras oportunidades sociais, entre elas empreendedorismo, geração de renda, maior acesso à saúde, educação e crescimento econômico, reduzindo desigualdades e erradicação da pobreza.

Para trocar experiências no campo do desenvolvimento sustentável, o Seminário 5G.BR, promovido pelo Ministério das Comunicações (MCom), recebe o ministro do Transporte e Comunicações da Finlândia, Timo Harakka, o vice-ministro de Assuntos Internos e Comunicações do Japão, Yoshiaki Takeuchi, e a administradora adjunta de Telecomunicações e Informação dos Estados Unidos, April McClain-Delaney. O debate será moderado pelo ministro Fábio Faria, que já participou de missões na Coreia do Sul, em Israel, nos Estados Unidos, entre outros, com o objetivo de acompanhar o desenvolvimento da tecnologia nestes países que já oferecem uma navegação com alta velocidade, boa estabilidade de conexão e baixa latência.

O Brasil desde o último mês faz parte do seleto grupo de países (acompanhado por outras 72 nações) que têm o 5G ativado. Além de São Paulo, quatro cidades já receberam o sinal: Brasília, Belo Horizonte, João Pessoa e Porto Alegre, e todas as capitais brasileiras devem ganhar cobertura até o fim de setembro. As projeções de investimentos são promissoras. Segundo levantamento preparado pelo Ministério da Economia, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a consultoria Deloitte Brasil, o uso de soluções 5G pode representar um impacto de R$ 590 bilhões por ano no país – levando em consideração aumentos de produtividade e redução de custos da chamada Indústria 4.0. Os ganhos giram em torno da ampliação da capacidade de processamento de dados, além de melhorias de eficiência e eficácia nas operações diárias das empresas. Além disso, a estimativa é de que a demanda por soluções 5G a empresas e startups do setor de tecnologia e telecomunicações também gere o montante de R$ 101 bilhões na próxima década.

INSCRIÇÕES – As inscrições para participação no Seminário 5G.BR estão abertas e podem ser realizadas pelo formulário disponível neste link. Além dos painéis, os presentes poderão conferir aplicações da tecnologia 5G e um espaço com exposição interativa.

Fonte: MCOM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *